Março de 2006 - Janeiro de 2009

02
Dez 08

Desde tenra idade que sou um apaixonado pela sétima arte. Recordo-me que em miúdo, o cinema representava um mundo mágico, de uma dimensão imensurávelmente maior do que o universo que me rodeava. Não funcionando como uma fuga mas sim como um despertar de horizontes, o cinema sempre me conseguiu levar, e elevar, para outras dimensões bem mais interessantes do que o tão prezado mundo real.

Um filme que me marcou imenso na infância foi o Singin’ In The Rain, com o Gene Kelly, a Debbie Reynolds e o Donald O’Connor. Era algo completamente diferente do meu género na altura. Com os meus 7/8 anos quem me tirava o Chuck Norris ou o Charles Bronson a dar porrada a tudo o que mexia, tirava-me tudo. Um musical dos anos 50 não podia estar mais longe de massacres em selvas tropicais, protagonizados por homens de bigode farfalhudo e caras inexpressivas.

Também devo confessar que não foi pela performance de sapateado que fiquei fascinado. Ainda hoje tenho um apetite e uma habilidade pela dança imensos. Que se limitam ao acto de andar aos pulos enquanto uma banda de guitarras dispara ao fundo. E bêbado, como é requerido pelas regras de etiqueta. O que foi então que sempre me cativou, tanto à 20 anos como agora?

Este clássico será sempre relembrado pela cena que vos apresento. Gene Kelly, feliz da vida, dançando e cantando à chuva torrencial. Como é óbvio, isto é tudo treta. Ninguém sóbrio e com uma saúde mental razoável se a punha a dançar feito parvo pela rua fora. Por muito feliz que estivesse não nos esqueçamos que está um frio do caralho e que depois de tanto pulo o mais provável é que a felicidade fosse substituída por uma pneumonia aguda e um dia nas urgências de um qualquer hospital público.

Como tal, temos de ver as coisas pelo lado fantasioso. Deixarmo-nos levar pela magia do cinema. Esquecer racionalidades e modos clássicos de comportamento para entendermos esta imagem. O que faz este homem dançar, até ficar encharcado até aos tomates? Com 7/8 anos não sabia a resposta mas já sentia uma forte energia positiva. Hoje sei a resposta e como todos vocês também vivo pelos momentos em que cantamos à chuva. Hit It Gene.

 

publicado por Velho Jarreta às 18:17

Dezembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

15
18
19
20

22
23
24
25
26
27

30
31


subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO