Março de 2006 - Janeiro de 2009

31
Jul 08

Fosca-se não. São dados científicos. Realmente, no meu texto anterior, e por mero lapso, não citei as minhas referências bibliográficas. Como tal, peço as mais sinceras desculpas.

Para evitar futuros mal entendidos e para que certas e determinadas pessoas não pensem que eu sou alguma espécie de tarado, ficam aqui as fontes de onde baseei a minha pesquisa e consequente reflexão sobre a temática referida.
  • OMS – A Organização Mundial de Saúde referiu, na sua última assembleia-geral, a importância que tem para o bem-estar masculino, físico e mental, o abocanhamento da glande. É ainda referido que este acto tem o dobro da eficácia caso o homem esteja liberto de qualquer tipo de preocupações. Esta experiencia foi realizada em ratos de laboratório e já antes tinha sido observada em colónias de formigas brancas da América Central. Ainda de acordo com dados oficiais, a longevidade masculina prolonga-se em mais de um terço e é notória a redução drástica no número de cabelos brancos. Desde que seja aplicada com regularidade.
  • Charles Darwin – No seu livro “On the Origin of Species by Means of Natural Selection, or The Preservation of Favoured Races in the Struggle for Life” o autor é bastante explicito no assunto. A teoria fundamental para a extinção dos dinossauros deve-se fundamentalmente à reduzida prática de sexo oral e da obesidade mórbida dos dinossauros do sexo feminino. As dinóssauras eram muito relutantes no ajoelhar e debruçar. Para além disso emitiam um forte grunhido, constante e desagradável que provocava irritação nos dinossauros masculinos. Isto levava a ao consumo exagerado de álcool por parte dos dinossauros e consumo exagerado de doces por parte das dinóssauras. O que levou à referida obesidade mórbida e consequente extinção da espécie.
  • Moisés e os dez mandamentos – Ao descer do monte Sinai carregado com as escrituras sagradas o povo de Israel perguntou ao seu timoneiro “O que nos enviou Deus nosso senhor?” ao que Moisés retorquiu “Sei lá. Ainda nem tive tempo de ler. E em vez de estarem para aí especados a olhar para mim vinham-me era ajudar a carregar isto que pesa que se farta. Mas que merda de dia. Ainda se ao menos me deixassem em paz e me reconfortassem. Isso é que era.”. Como ninguém fez isso Moisés nunca chegou a encontrar a terra prometida.
  • O Aurélio – O Aurélio é um serralheiro mecânico meu amigo que tem uma mulher que é muda e possui uns lábios carnudos. E ele diz que é espectacular e que o casamento é uma instituição que deve ser preservada.
E cá está. Penso que agora não restarão duvidas relativamente ao fundamento científico da minha teoria e que a sua validade é inquestionável.
publicado por Velho Jarreta às 20:56

2 comentários:
Eheheheheheheheheheh... a tua parte cientifica está muito interessante, principalmente a do "abocanhamento da glande"!!!
Melhor do que a anterior expressão, só mesmo essa mítica e sábia máxima: "Querem agradar a um homem? Chupem-lhe a pila regularmente e não lhe chateiem muito os cornos."
FOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOSCA-SE...isso é que é falar (ou melhor...escrever)!!!
jpsantarem a 9 de Setembro de 2008 às 00:41

As palavras não são minhas. A informação cientifica aqui referida é das mais fidedignas fontes. Especialmente o Aurélio.
Um Abraço
Velho Jarreta a 9 de Setembro de 2008 às 12:08

Julho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29


mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Nº de pessoas presentes
Nº de leitores
free hit counter
hit counter
blogs SAPO